function wpcode_snippet_publish_later_on_feed( $where ) { global $wpdb; if ( is_feed() ) { // Timestamp in WP-format. $now = gmdate( 'Y-m-d H:i:s' ); // Number of unit to wait $wait = '10'; // integer. // Choose time unit. $unit = 'MINUTE'; // MINUTE, HOUR, DAY, WEEK, MONTH, YEAR. // Add SQL-sytax to default $where. By default 10 minutes. $where .= " AND TIMESTAMPDIFF($unit, $wpdb->posts.post_date_gmt, '$now') > $wait "; } return $where; } add_filter( 'posts_where', 'wpcode_snippet_publish_later_on_feed' );
Quarta-feira, Fevereiro 21, 2024
[email protected]Direito e JustiçaJuiz condena contador a ressarcir prejuízos por falha na prestação de serviços
A PALAVRA DE DEUS.

Related Posts

Featured Artist

Colunista Kaleb Black

Painter

Kaleb começou esta aventura há 7 anos, quando não havia uma voz real protegendo o meio ambiente. Suas obras-primas promovem a salvação da Terra.

Juiz condena contador a ressarcir prejuízos por falha na prestação de serviços

Publicado Por Robson Silva Moreira Bacharelando em direito 20:07:06

Obrigado por ler este post, não se esqueça de se inscrever!

E anula cláusula contratual que eximia a empresa contadora de responsabilidade

O juiz da 4ª Vara Cível, do Foro Regional do Tatuapé, do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo condenou uma empresa de contabilidade a ressarcir seu cliente por prejuízos suportados por ela como multas aplicadas pelo fisco, que ocorreram em razão de falhas nos serviços contábeis prestados.

 

No julgamento da ação, o juiz condenou a empresa de contabilidade a pagar ao seu cliente a importância de mais de R$ 100 mil, devidamente corrigidos, de acordo com a Tabela Prática do E. TJSP, e acrescidos de juros legais de mora de 1% ao mês desde a data do desembolso.

 

Em uma das cláusulas do contrato firmado entre autor e a ré, o prestador de serviços seria exonerado da responsabilidade do pagamento de eventuais juros incidentes sobre as multas administrativas decorrentes de imperfeições ou atraso nos serviços contratados. No entanto, o juiz entendeu que “a cláusula do referido contrato é nula por exonerar o prestador de serviço da responsabilidade que advém diretamente da prática de ato equivocado no exercício de seu mister (artigo 51, do CDC)”.

 

Para Ricardo Trotta, especialista do Ricardo Trotta Sociedade de Advogados, que representa o autor da ação, a decisão do juiz “Foi assertiva ao condenar o contador a ressarcir os prejuízos sofridos em razão do pagamento de multa e juros ao fisco, que somente ocorreram em razão de equívoco cometido pelo profissional. Quanto à declaração de nulidade de cláusula constante no contrato de prestação de serviços contábeis, tal declaração foi requerida no processo, e deferida pelo juiz, uma vez que a cláusula eximia o contador do pagamento de juros incidentes sobre penalizações diretamente relacionadas a falha na prestação dos serviços contábeis”.

AZ Brasil Comunicação

Latest Posts

0